Menu

Declaração de Fé

A Palavra de Deus

Cremos na Bíblia Sagrada como a Palavra de Deus revelada à humanidade. Ela foi escrita por homens, mas totalmente inspirada pelo Espírito Santo. Por isso nos traz a perfeita vontade de Deus e não contém erros, sendo nossa única e inquestionável fonte de fé e prática.

Nenhum outro livro ou ensino pode ser equiparado a ela. A Bíblia contém todo o conselho de Deus para a nossa vida. Por isso não se pode tirar nem acrescentar nada ao seu conteúdo, composto por sessenta e seis livros, trinta e nove no Antigo Testamento e vinte e sete no Novo Testamento.

O Único Deus

Cremos num único Deus, que subsiste eternamente em três pessoas distintas e indivisíveis:

Pai, Filho e Espírito Santo.

Cada uma coexistindo com as outras em perfeita harmonia e trazendo a total essência divina, desde a eternidade e para sempre.
Esse Deus único é auto-suficiente, eterno, imutável, onipotente, onisciente e onipresente, criador de todas as coisas, as quais fez a partir do nada, pelo poder da Sua palavra.

Fora d'Ele não há outros deuses, apenas criaturas. Por isso somente Ele é digno de receber adoração.

O pecado

Cremos que Deus criou o ser humano moralmente perfeito e livre, mas este, pecando, caiu do estado original de perfeição, perdendo a comunhão com o Criador e o direito à vida eterna, ficando condenado à perdição e escravo da desobediência, condição que se estabeleceu sobre todos os seres humanos, sem exceção

A obra de Cristo

Cremos que Deus em seu infinito amor e misericórdia providenciou um caminho de salvação para a humanidade, uma vez que as ações dos homens não poderiam salvá-los.
A oferta da salvação foi selada através da obra de Jesus Cristo.

  • Ele, sendo Filho Unigênito de Deus, encarnou, tornando-se humano, viveu uma vida perfeita neste mundo, sem nenhum pecado;
  • Morreu na cruz em lugar dos pecadores, pagando o preço das transgressões de toda a humanidade;
  • Foi ressuscitado por Deus ao terceiro dia, vencendo a morte;
  • Foi glorificado nas alturas, acima de toda autoridade humana e espiritual.

Assim, Jesus é o único Salvador e o único intermediário entre Deus e os homens. À parte da obra salvadora de Jesus é impossível alcançar a vida eterna.

A salvação

Cremos que o acesso à salvação é desfrutado individualmente, a partir de uma obra realizada pelo Espírito Santo no coração humano e que redunda em consciência do pecado, arrependimento e mudança de vida, que a Bíblia chama de novo nascimento.

Essa salvação eterna é alcançada pela fé pessoal em Cristo e sua obra, não sendo, porém, mera crença, mas a decisão de confiar inteiramente na graça, renegar o pecado e submeter-se à autoridade de Cristo e à sua vontade revelada na Bíblia Sagrada.

O ministério do Espírito Santo

Cremos na obra do Espírito Santo como agente santificador e capacitador da Igreja e guia pessoal de cada cristão, sendo sua atuação hoje como foi desde o tempo dos primeiros apóstolos de Cristo, concedendo ministérios, distribuindo dons e manifestações sobrenaturais aos crentes a partir do batismo no Espírito Santo, experiência pessoal e distinta do novo nascimento disponível a todo o que crê.

A Igreja

Cremos que a Igreja é o corpo de Cristo na Terra, composta por todos aqueles que nasceram de novo e se submeteram ao seu senhorio e à sua palavra, independente de época ou lugar.

As ordenanças

Cremos que o batismo nas águas e a ceia do Senhor são as ordenanças instituídas por Jesus. Delas devem participar somente as pessoas salvas e comprometidas com Ele, sendo o batismo sinal da aliança do crente com Cristo, sua forma por imersão, representando a morte para a velha vida e o novo nascimento, podendo ser ministrado apenas àqueles que conscientemente se arrependem e assumem a fé em Jesus Cristo.

A ceia do Senhor, celebração cujos elementos simbólicos são o pão e o vinho, deve ser compartilhada regularmente, como forma de lembrança e anúncio da morte de Jesus por nós, até que Ele volte. Uma vez a Igreja reunida e os elementos consagrados, a participação na Ceia do Senhor é a nossa comunhão com o corpo e o sangue de Jesus. Embora o pão continue sendo pão e o vinho permaneça vinho, sua presença espiritual em nós e entre nós é real.

A volta de Cristo

Cremos que Jesus Cristo voltará visível e corporalmente a esta Terra para julgar os mortos e os vivos e estabelecer seu reino eterno, do qual participarão apenas os que receberam a salvação e perseveraram na fé até o fim.

O juízo final

Cremos que todos os homens não salvos, os que não se arrependeram e não abraçaram a fé em Jesus Cristo, passarão pelo juízo final no último dia, serão julgados conforme as suas obras e lançados irreversivelmente em trevas e tormento eterno, fora da presença de Deus.

Casa Libaneza
Unigran